EDGE Participa na Workshop AIIOT4DH

Dezembro de 2021

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »

AIIOT4DH 2021

Com a ambição de explorar a utilização da inteligência artificial e da Internet das Coisas na implementação de soluções inovadoras para a Saúde, realizou-se entre 16 e 18 de Dezembro de 2021, em Washington D.C. (EUA), a 1ª Workshop de Inteligência Artificial e Internet das Coisas para a Saúde Digital (AIIOT4DH), realizada em conjunto com a Conferência de Aplicações, Sistemas e Tecnologias de Saúde Conectadas IEEE/ACM CHASE 2021.
Marco Manso, CEO da EDGE, foi convidado a moderar um painel, dedicado aos “Circuitos de Cuidado”, durante o qual a audiência assistiu a um excerto do filme com o mesmo nome, que abordou o impacto da revolução robótica na sociedade Japonesa, com uma ênfase especial na prestação de cuidados à população idosa. Oradores da Universidade de Dublin (Irlanda), da Universidade de Biomédica de Roma (Itália) e da EDGE animaram o debate que se seguiu e que revelou como a Tecnologia é um driver para a transformação digital na Saúde, melhorando a eficácia e eficiência operacionais na prestação de cuidados e apoiando doentes e os profissionais de saúde em áreas que vão desde a autogestão de doenças crónicas, ao controlo da medicação, ao controlo de inventário, à redução do tempo de espera nas unidades de urgência e à monitorização remota de doentes.
Para este evento, a EDGE apresentou ainda, em co-autoria com a Universidade de Maynooth, um artigo na sessão Sistemas Gémeos Digitais em eSaúde denominado “Visão de Futuro: Um Conceito de Operações Centrado em Atividades no Co-Desenho de um Sistema Sociotécnico para um Envelhecimento Saudável”. Realizado no âmbito das atividades desenvolvidas no projeto Europeu SHAPES, o artigo aborda um novo conceito de operações para lidar com o envelhecimento populacional na prestação de cuidados integrados de saúde e apoio social. Fortemente apoiado em fatores humanos, o conceito visa o desenvolvimento de um ecossistema sociotécnico abrangendo uma variedade de soluções tecnológicas e humanas que facilitam o envelhecimento ativo, independente e saudável em casa. A tónica está não apenas na seleção dos serviços que podem ser facilitados pela tecnologia mas também na decisão sobre qual o estilo de vida que pretendemos promover.
A ilustração gráfica do novo conceito de operações é realizada por swimlanes que identificam as opções associadas à prestação de cuidados integrados, considerando as múltiplas interações dos diferentes stakeholders ao longo das diferentes fases de cada processo. No artigo, utiliza-se a abordagem do serviço de monitorização remota de doentes proporcionada pela Plataforma eCare da EDGE, uma das soluções tecnológicas do SHAPES. Beneficiando de tecnologias IoT, a Plataforma eCare permite monitorizar parâmetros de saúde e bem-estar e contribui para que os idosos se envolvam na tomada de decisão sobre a sua saúde, reforçando a prevenção e a gestão de doenças crónicas. Ao mesmo tempo, o profissional de saúde define um plano de cuidados adequado, ajusta-o conforme necessário baseando-se em informação atualizada e monitoriza a adesão do doente ao plano definido. A swimlane reflete a definição de um plano de cuidados personalizado, destacando o diálogo permanente entre os recipientes de cuidados e os cuidadores informais ou profissionais de saúde e identificando os pontos-chave de decisão associados com a recolha, processamento e apresentação dos dados de saúde pela Plataforma eCare.

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »