SHAPES: Início do Projeto que Pretende Melhorar a Autonomia da População Sénior

Novembro de 2019

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »

SHAPES

A EDGE juntou-se a trinta e cinco parceiros para a primeira reunião de trabalho do projeto Europeu SHAPES, realizada entre os dias 11 e 13 de Novembro no campus da Universidade de Maynooth, na Irlanda. Esta reunião marca o início das atividades do projeto, que propõe-se melhorar significativamente a capacidade de autonomia e independência da população sénior.
Os três dias de reunião permitiram discutir as diferentes perspetivas que confluem na criação de um inovador conceito de autonomia e independência para a população sénior, que integra soluções digitais e abordagens sociotécnicas para construir um ecossistema de apoio a uma melhor qualidade de vida dos cidadãos que lidam com a redução temporária ou permanente das suas capacidades. As principais áreas de atividades envolvem a caraterização da vivência sénior na Europa, com a implementação de mini estudos etnográficos e a promoção de espaços físicos e sociais que valorizem as contribuições de séniores, bem como a construção de um novo modelo ecológico para os sistemas de cuidados da população, incluindo medidas de mudança para as entidades que prestam os cuidados de saúde e apoio social e recomendações para o desenvolvimento de novas políticas de apoio à autonomia sénior, e ainda a criação de uma plataforma tecnológica que integre as múltiplas soluções digitais que apoiam a autonomia e independência de séniores, desde robots a aplicações de estímulo cognitivo e a plataformas de ambient assisted living.
O consórcio SHAPES pretende também estabelecer um abrangente conselho consultivo de stakeholders que participem nas atividades do projeto, incluindo as sessões de think-tank, os exercícios de visão futurista e o rico programa de pilotos que, durante dois anos, irá validar através de toda a Europa, e com o apoio de mais de 2000 indivíduos, os benefícios das soluções digitais do SHAPES na melhoria da autonomia, independência e qualidade de vida da população sénior.

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »