EDGE Dá a Conhecer o Sistema SPHINX aos Utilizadores das Organizações de Saúde

Abril de 2021

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »

SPHINX S-API

O projeto Europeu SPHINX visa o desenvolvimento de uma plataforma de ferramentas universais de cibersegurança para organizações de saúde que atenta nos processos de transformação digital na Saúde e centra-se na salvaguarda da privacidade dos dados dos utentes.
A EDGE é responsável pelo desenvolvimento da ferramenta S-API, que permite o acesso programático de aplicações, sistemas e dispositivos de terceiros aos serviços de cibersegurança da plataforma SPHINX. Os manuais de utilização para cada uma das ferramentas SPHINX estão a ser desenvolvidos de forma a apoiarem as atividades de verificação, validação e demonstração em ambiente operacional, em colaboração próxima com os parceiros-utilizadores do SPHINX: o Hospital do Espírito Santo de Évora, a Clínica Polaris na Roménia e a Autoridade Regional de Saúde da Grécia (região de Steria e Tessalónica).
O manual de utilização da ferramenta S-API inclui as instruções de instalação e de criação de contas e, sobretudo, revela como o utilizador-final do Sistema SPHINX pode ter acesso remoto a um conjunto de serviços de cibersegurança, como a deteção de vulnerabilidades, a identificação de anomalias e de intrusão, a análise da monitorização de tráfego, o registo de incidentes e eventos de cibersegurança e a certificação de sistemas e dispositivos conectados. Com este acesso, o utilizador pode realizar de forma remota e conveniente a monitorização das vulnerabilidades de uma dada rede, pode tomar conhecimento em tempo-real de tentativas de intrusão no sistema e pode ser alertado para o comportamento anómalo de um dado dispositivo, permitindo-lhe não só ter a informação em tempo real do estado de cibersegurança da sua infraestrutura, mas também reagir atempadamente perante ciber-incidentes ou ciber-ataques, de forma a mitigar eventuais prejuízos.
Neste momento, os parceiros tecnológicos do SPHINX estão a finalizar as funcionalidades dos seus componentes e a implementar os diferentes testes de integração com vista às instalações-piloto na Grécia, na Roménia e em Portugal a realizar nos próximos meses.

« VOLTAR A NOTÍCIAS

ANTERIOR »        PRÓXIMA »